quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Minis de Natal e Ano Novo


NATAL

José e Maria mendicaram a solidariedade natalina durante todo o dia. Algumas roupas, sapatos, panetones e até um frango assado. Cansada e grávida, Maria mal chegou ao velho barraco improvisado sob o viaduto da Anunciação. A água morna escorreu pelas pernas. Pouco depois, expurgou uma coisa pequena. A estrela da árvore do shopping, à distancia, brilhava, intensa. Sob a luz dos automóveis frenéticos, José batizou Jesus.



ANO NOVO

Sem filhos, todos os anos, o velho casal renovava os votos de rancores.



RÉVEILLON

“Ano novo. Vida nova”. Disse, antes dos tiros misturarem-se aos fogos de artifícios.


4 comentários:

  1. Muito bom, amigo Paulo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Bela seleta. Que venha um 2012 mais terno e leve. Aquele abraço. T

    ResponderExcluir
  3. Belos minis grande Paulo,a verve narrativa pulsa de forma vigorosa.

    ResponderExcluir
  4. Amigo Paulo, faço coro com Thiago, um 2012 mais leve para nós. Um grande abraço.

    ResponderExcluir